Inspiração

Algumas crenças, baseadas na ciência e na nossa experiência, norteiam e inspiram o nosso trabalho:

O ser humano é constituído pelo corpo físico, vitalidade, emoções e individualidade noética.

Saúde é a condição de sustentar, em todos os níveis, as escolhas feitas no cotidiano.

Adoecer é estar restrito e em desarmonia com as nossas escolhas.

Ser dependente é estar impedido de agir conforme a nossa consciência.

O autoconhecimento e a autonomia possibilitam que a pessoa supere suas doenças.

O autodesenvolvimento depende da nossa condição e liberdade para fazer escolhas.

A compreensão da vida a partir da história individual possibilita que sejamos autônomos.

A atribuição de um significado coerente à própria vida gera saúde.

Cada ser humano tem sua signatura e vai expressá-la de maneira distinta.

Desenvolver a noética, que é viver a espiritualidade e ética individual em pró da comunidade.

Não tolerar o que é perigoso. Esta tolerância é danosa à saúde.

Buscar o encontro com o outro a partir da compreensão de si mesmo é o caminho para a cura da dor humana.

Para conhecer mais sobre os conceitos com os quais trabalhamos leia o artigo “O indivíduo…”

Instituto Teófilo
http://www.teofilo.com.br

Os principais conceitos e referências que estão presentes em nosso trabalho são:

MEDICINA HUMANISTA: utiliza uma metodologia que amplifica o olhar do médico para o paciente, centrando nele e na sua história os cuidados, sem deter-se na doença fundamentada na Antroposofia.

SAÚDE: capacidade do ser humano de, ao adoecer nestes quatro diferentes níveis, se curar.

DOENÇA: é uma crise biográfica e também uma possibilidade de crescimento, evolução e aprendizado.

DEPENDÊNCIA: condição na qual o indivíduo não consegue mais encontrar em si as forças necessárias para seu próprio desenvolvimento, buscando a sensação de plenitude não nele mesmo, mas em elementos externos, como substâncias químicas ou relações que não incluem trocas.

GESTÃO DE SAÚDE: é apoiar o indivíduo no seu viver, dando-lhe suporte para que viva de maneira coerente com seus valores, aprendendo a se relacionar, a construir e ter metas, descobrindo o sentido delas no seu dia a dia.

BIOGRAFIA HUMANA: é um instrumento de diagnóstico que propicia ao indivíduo rever, reciclar e resignificar os eventos de sua vida, e a partir desta compreensão, traçar metas e propósitos que dêem sentido e coerência à sua existência.

NOETICA: Noologia é a ciência que estuda o espírito humano e o adjetivo noético vem do grego noesis , “entendimento”, de noein , “perceber”, por sua vez, derivado do substantivo nous , “mente”. Usa-se para indicar “relativo ao intelecto”. Acreditamos que todo indivíduo é livre para fazer escolhas, a partir de intenções direcionadas por metas e assim, estabelece um desenvolvimento contínuo, para viver em harmonia com a comunidade.

Para conhecer mais sobre os conceitos com os quais trabalhamos leia o artigo “O indivíduo…”

Instituto Teófilo
http://www.teofilo.com.br

Os principais conceitos e referências que estão presentes em nosso trabalho são:

MEDICINA HUMANISTA: utiliza uma metodologia que amplifica o olhar do médico para o paciente, centrando nele e na sua história os cuidados, sem deter-se na doença.

O ser humano é constituído pelo corpo físico, vitalidade, emoções e noética.

SAÚDE: capacidade do ser humano de, ao adoecer nestes quatro diferentes níveis, se curar.

Saúde é a condição de sustentar, em todos os níveis, as escolhas feitas no cotidiano.

DOENÇA: é uma crise biográfica e também uma possibilidade de crescimento, evolução e aprendizado.   Adoecer é estar restrito e em desarmonia com as escolhas.

DEPENDÊNCIA: condição na qual o indivíduo não consegue mais encontrar em si as forças necessárias para seu próprio desenvolvimento, buscando a sensação de plenitude não nele mesmo, mas em elementos externos, como substâncias químicas ou relações que não incluem trocas.

Dependente é estar impedido de agir conforme a consciência.

Instituto Teófilo
http://www.teofilo.com.br